Loading...

Pesquisar este blog

terça-feira, 16 de agosto de 2016

18 ANOS DEPOIS...

          São  exatamente  10 meses  sozinho. Sozinho,  sozinho  sem  ninguém. Não como das outras vezes que fiquei solteiro em que eu estava  sempre acompanhado  de uma e até mais  paqueras, peguetes, chamegos e afins.
           Desde que eu comecei a namorar sério ( eu tinha 19 anos) a única vez em que fiquei sozinho foi quando me mudei  de Montanha-Es para Salvador-Ba. Isso já fazem 18 anos. Nesse período de transição eu havia deixado  uma namoradinha  em minha cidade e passei longos nove meses  solteiro (sem ninguém) até começar o meu primeiro relacionamento em terras baianas. Desde então; venho emendando relacionamentos  em relacionamentos. Saindo de um  e entrando direto em outro a 18 anos sem parar.
          E desde meu último namoro ( acabou em outubro de 2015),  resolvi  cuidar  de mim; da minha vida. E parece que venho conseguindo bons  resultados (Eu acho).
          São já 10 meses  sem ninguém, e exatamente agora eu percebo que  não quero  (ou tenho medo) de entrar em outro relacionamento. Esse tempo só me fez  compreender  vários aspectos de minha personalidade  que eu nunca pude atentar por não ter parado nunca  em 18 anos pra ter um momento como esse.
          Passei a analisar todos os meus relacionamentos,  tudo que fiz de errado,  tudo que fiz de certo; tudo o que erraram comigo e tudo que acertaram. E foi difícil perceber quanta coisa eu fiz de errado.
Depois de 18 anos de diversos relacionamentos ( 5 os mais sólidos), e  após 10 meses repensando minha vida, eu descobri que não estou pronto como eu achava que estava. E descobri que as marcas que deixaram em mim são muito mais profundas  do que eu imaginava.
          Eu nunca tive tempo de chorar pelos términos, nunca analisei  nada. Simplesmente seguia, mas percebi que na verdade eu não seguia; eu só fazia acumular e  despejar todas as frustrações e expectativas de um relacionamento anterior, na pessoa que vinha logo a seguir.
          Tive até oportunidades nesse tempo de  começar algo com alguém, em certos momentos até quis; mas o medo de colocar sobre ela o peso da minha trajetória foi  grande. Não quero me frustrar, não quero frustrar ninguém mais que  chega cheio de sonhos achando que minha idade pressupõe maturidade pra lidar com certas questões.
          Às vezes eu  gostaria de não ter  a experiência de ter passado por muita coisa. São dores que eu não gostaria de carregar mas que estão aqui. Não sei exatamente até onde vou com meu estado  atual; sozinho; mas no momento meu medo de fazer tudo errado novamente é maior do que  a coragem pra tentar acertar.

Deibith Brito.

quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

Trazer coisas boas para sua vida depende só de você.
Esperar dos outros é como ir a um rio e ficar esperando a água aquecer para poder entrar.

(deibith brito) - 15/08/2011

SEM PERDER TEMPO

Não é que eu ignore a arte da conquista e todos os jogos envolvidos, mas passei da idade de brincar de pega-pega. Prefiro as respotas rápidas e diretas pra n ficar perdendo tempo. Se mostrar que vale o esforço, aí sim vamos jogar.

06/07/2012

FAÇA JÁ

Se você gasta as suas horas somente fazendo planos para o futuro, cuidado. Sinto lhe informar que o amanhã não é uma realidade, só existe nas nossas expectativas. O hoje é um terreno fértil para semear sonhos.

(deibith brito) 06/07/2012

ENCONTRO

Resolvi tentar esquecer.
É pior quando a madrugada chega,
quando o "grito silencioso" dos pensamentos chegam a se materializar bem diante dos olhos.
E por vezes chego a sentir seu cheiro e até ouço você dizendo "te encontro no mundo dos sonhos,
lá tudo é possÍvel".

16/07/2012

MAIS PRÁTICA

As coisas pra mim são simples de resolver. É só parar de ficar teorizando e idealizando o amor pelo face e ter coragem de responder a mensagem ou atender aquela ligação. Ninguém pode garantir felicidade, mas vc só vai saber se tentar. Dê a chance de seus desejos se tornarem realidade.

(deibith brito) - 07/08/2012

ADELANTE!

Deixo para quem não acredita no eterno recomeço, o fatalismo e autocomiseração. Hoje eu sei que o que de ruim vivi foi mais por eu não ter feito as escolhas certas. Então pra que chorar o leite que eu derramei. Vamos simplesmente seguir. Hoje mesmo ainda é um novo dia.

(deibith brito) 07/09/2012

DESPRENDIMENTO

Talvez não seja por culpa de ninguém. Algumas coisas simplesmente "acontecem" e podem fugir do nosso controle. E quem disse que precisamos ter o domínio de tudo? E ainda muito menos quando se trata do "outro". Deixar "ir" exige um gesto de "desprendimento ou maturidade" que nunca estamos preparados para aplicar.

(deibith brito) 14/09/2012

PARA MARLENE

QUANDO A OLHEI POR SEGUNDOS /
TALVEZ POR MILÉSIMOS /
SENTI COMO QUE MINHA ALMA ( INSPIRAÇÃO)PRESA NOS SEUS OLHOS, /
E ELA SE AFASTOU, /
E LEVOU MINHA MÚSICA, E A MINHA POESIA /
E VIVO NA NOITE, SOB AS LUZES ARTIFICIAIS /
ESPERANDO ELA VOLTAR /
TRAZER MINHA INSPIRAÇÃO NOS SEUS OLHOS /
E A LUZ DO MEU DIA.

(Deibith Brito) 14/09/2012
Ainda que na sombra da noite, uma melodia triste ecoe nas ruas, ainda que no lento passo de quem anda só, olhando as fachadas dos prédios, lhe falte quem observe o mundo pela mesma lente, ainda assim, meu violão é minha companhia. E eu continuarei olhando, pois a beleza da música que eu faço só e a mesma que toca no meu celular quando passeio pela cidade. Meu ollhar; minha música; meus passos lentos. Minha vida!!!

17/09/2012

(POR TUDO DE BOM QUE AQUI ENCONTREI; AMO CACHOEIRA)
Foto: Paulo Paixão

METADE

Metade de mim pela metade /
metade da metade a completar! /
metade sou sem você metade /
metade sou eu em viver, saudade! /
da metade que não sei se vai se tornar.

(deibith brito)- 17/09/2012


MORE THAN WORDS

Um dia me escreveram uma carta com trechos cuidadosamente retirados do livro " O pequeno Príncipe". Nesse mesmo dia eu acreditei no recorte, no efeito e no sentimento que me descreviam. Incrível como as palavras tem poder quando se quer acreditar apenas nas palavras. Um "TRUE LOVE" se faz com "MORE THAN WORDS".

09/09/2012

QUANDO NÃO SE DIZ EU TE AMO

É muito estranho quando você sente que deve demonstrar seu sentimento de alguma forma, e quase sempre o que as pessoas assimilam é " EU TE AMO". E algumas vezes simplesmente nos calamos não por não sentir, mas porque antes alguém tornou pra você essas palavras em vento. E você só pensa, não quero cometer o mesmo erro, banalizar o sentimento com uma frase que se usa para qualquer coisa, menos para demonstrar sentimento. Mas não dizer, se torna um pecado quando o outro não quer enxergar "muito mais que palavras".

19/12/2012

ARRISQUE-SE


Antes de sair por qualquer uma das portas,
olhe bem pelas janelas,
olhe se não vem tempestade.
Talvez seja melhor um abrigo seguro;
ou quem sabe,
seja melhor a tempestade.

(deibith brito) 01/03/2013

VIVER EM CACHOEIRA-BA

Penso em como permanecer neste estado de paz comigo mesmo, penso em como não deixar novamente aquela vontade de chegar a algum lugar me tirar o gosto de estar parado exatamente onde estou, contemplativo, meio recluso e parcialmente abstêmio. Na sombra poente dos dias que se foram, curtindo o vento da noite com uma cadeira na varanda esperando sem pressa alguma o nascer do sol.

06/03/2013

PS:  aos meus amigos
Haedo Leonardo Matheus Felipe Robson Moreira Nilo Matos Raul Landim Leonardo Moreira Jonas Pinheiro Tiago Oliveira Júnior Moreira Bordalo

QUERENDO ACERTAR

Sempre que tento escolher o "caminho certo" me pergunto se minha verdadeira vontade não é fazer a escolha errada. Penso que se eu me perder, chegarei a algum lugar "talvez" surpreendente; penso que andar em círculos pelo caminho seguro "nunca" será a melhor opção.

(deibith brito) - 11/03/2013

VARIAÇÃO

O "tempo" que contempla as feridas na alma
é o mesmo que traz o espaço necessário para a cura chegar
Já as pessoas variam
de acordo com esse mesmo "tempo" e "espaço".

(deibith brito)-03/04/2013

O SEGREDO QUE NÃO GUARDEI

Quatro cantos do mundo procurei explicação,
e na forma mais simples me chegou.
Talvez em um devaneio em uma conversa com um amigo meu;
Talvez já não represente toda força para mim,
se dentro do que trago aqui é bem onde as respostas estão trancadas,
guardadas de você para não se machucar.
Meu mundo é muito mais estranho do que os meus versos desconexos aos seus ouvidos;
minha lógica irracional confunde os teus sentidos,
mas este é o sentido, não te deixar saber
Que para te amar, a resposta pode estar em outra pessoa, em outro lugar, onde eu não soube guardar
Que para te amar eu soube guardar o que outra pessoa deixou neste mesmo lugar onde vc não está , mas eu insisto em querer fazer você ficar.

(deibith brito e leonardo nascimento)  03/04/2013

DESEXISTÊNCIA

Lembranças são como "lágrimas na chuva", quem vê de fora nunca vai perceber a intensidade de sua existência. Mas elas estão lá, ainda que o "tempo" não as deixe serem percebidas ao olhar descuidado.

21/04/2013

DESCARREGAR

Um recomeço nunca é fácil, ainda mais quando se depara com aquela velha pergunta; " e agora vou pra onde mesmo?" E pior ainda quando se tem consciência de que foi você quem decidiu mudar sua vida e a dos outros sem ao menos perguntar se podia. Difícil carregar uma carga que você não quer mais, mas também não tem onde despejar.

(11/05/2013)

No meio do caminho um meio de chegar; meio devagar!
Chegarei em meio a sua resistência.
Sempre procurando um meio de te reencontrar.

(deibith brito) - 15/06/2013

QUERER

E atente que nestes meus olhos rasos d'agua
E ainda muito mais da mesma água na minha boca
Que o desejo que toma conta dos meus braços a sua volta,
Começou pelo olhar; janela da alma
Começou pelo sorriso;
boca;
começo dos teus segredos.

(deibith brito) - 16/06/2013

Re-leitura

Gostaria muito de completar o "soneto da fidelidade" do Vinicius com algumas palavras de "o último romântico" cantada por Lulu. Pra mim faz sentido depois de dizer que: No fim da vida o valor está em ter vivido um amor, mesmo que duradouro na fugacidade do tempo. Dizer simplesmente: ME DÁ UM BEIJO ENTÃO E APERTA MINHA MÃO, TOLICE É VIVER A VIDA ASSIM SEM AVENTURA.
Ps. Me perdoe Vinicius.

(deibith brito) 17/06/2013

DÚVIDA

Quando tudo que seus olhos querem,
é alcançar somente uma curtíssima distância entre você e ela.
E torna-se um abismo formado pelo "será que eu devo?" e o "melhor não ter dito".
Segue a vida na proximidade passional com distância.

(deibith brito) -

Waiting

E no silêncio da madrugada
uma música faz terror
um "barulho ensurdecedor"
nos meus olhos a fechar
A última música que escutava
enquanto eu observava
você se afastar.


(deibith brito)  28/06/2013

MESMO QUE OUTROS NÃO QUEIRAM

E no findar dos dias para os que esperam acontecer para saber se foi bom;
e no começo do dia para a primeira atitude positiva dos que fazem acontecer...
Uns esperam, outros agem;
e assim o mundo gira interminável na confluência do viver de cada um,
se completando mundo,
sendo vida a despeito daqueles que nunca estão satisfeitos com a atitude do outro.
Ver, pensar, agir, ser...
VIVER.

(deibith brito) - 06/07/2013

DISPENSEI

DISPENSANDO toda lágrima que brota pelo passado.
Na DISPENSA da alma, frascos com gotas das lembranças, cada uma delas etiquetadas,
para DISPENSAR as reviravoltas do estômago.
Para que não queira se alimentar do que há muito só serve de enfeite.

(deibith brito) - 07/07/2013

SAUDOSISMO

Que o encanto da saudade do que não se viveu permaneça em seus olhos.
Até eu voltar exatamente ao ponto onde nos separamos.
E juro,
algumas vezes momentos valem um avida.

(deibith brito) - 08/07/2013

A DANÇA

Fico pensando em quantas vezes já invadiram meu mundo,
e quantas vezes fiz da minha ciranda brincadeira dos outros.
Fico pensando em quantas vezes parei pra ficar olhando a dança que eu queria dançar;
acordo pra não ter que sonhar.
A festa acabou e ainda estou sentado no salão, copo na mão,
esperando que só toque mais uma música... PRA DANÇAR COM VOCÊ ,
retomar meu lugar, não deixar mais ninguém brincar com o sonho que eu sonhei e que agora transformei...
Na dança, ciranda do sonhos de nosso salão...
Salão só nosso, até quando você quiser BRINCAR, DANÇAR, SONHAR!

 (deibith brito)- 10/07/2013
Preso dentro do espelho, eu só posso te olhar!

(deibith brito)- 11/07/2013

No escuro nos olharemos

Desatinado mundo que vira tudo e que vivo gira
que girando em mim, faz chegar em ti o eclipse solar
lua no meio do caminho translação sozinho pra te encontrar
equinócio, solstício de verão, meia inclinação no seu eixo polar.
por lá detrás da primavera, flores de papel no lugar das cerejeiras do Japão;
enquanto no teu hemisfério é inverno, 

abaixo da linha que nos divide tudo já é verão.
Rotação, ação rota pra tentar te explicar;
Que as posições onde nos encontramos não definem nosso lugar
dobro, ângulos, coordenadas, viro mapa de cabeça pra baixo
Paralelos, meridianamentalmente, paralelos lentamente
caminhamos sobre todo o relevo,espaço tempo que nos separa
no escuro eclipse onde tudo começou,
onde são um só, onde distinção não se pode ter,
céu e terra,
sol e lua,
mar e serra,
noite e dia,
norte e sul
EU e VOCÊ.


(deibith brito) - 13/07/2013
O mais engraçado nas pessoas(nós) é que elas julgam ridículo atitudes alheias não porque nunca vão fazer o mesmo, mas somente por não estarem fazendo o mesmo naquele exato momento.

(deibith brito) - 16/07/2013

REMÉDIO PARA ESQUECER

Escreva em 30 pedacinhos de papel "esquecer" e todos os dias pela manhã faça um bolinho e engula com um copo d'água. O dia em que vc esquecer de beber será quando vc estará começando a se livrar do que quer esquecer. Se n funcionar pelo menos bebeu 30 copos de água pela manhã e isso; JÁ FAZ UM BEM ENORME!

(deibith brito) - 17/07/2013

Mude

Mude a rima mas conserve a métrica.
Mude o tom mas conserve os acordes.
Mude o ritmo dos passos mas mantenha a direção.
Mude a expressão e a direção do olhar mas mantenha a intenção.
Mude de cidade!
E saiba que quando seu olhar encontrar alguém que queira caminhar ao seu lado mas, no ritmo dela, sua música e sua poesia vai precisar ser reinventada constantemente pra fazer sentido, muito mais pra você mesmo.
(deibith brito) - 19/07/2013

ALMA MUDA PARTICÍPIA


Se te calas diante do que deve ser dito
Se o dito não é o que tens pensado
Muda o ato do canto que tens entoado
Pensa e fala aquilo que a alma tem pedido
Muda o termo mudo pelo som sentido
Dá sentido ao que a alma tem gritado


( Deibith Brito ) _31/07/2013

SEGUE...

Segue a luta, segue o sol,
segue o rio, segue eu só
segue lento caminhante, pensante, errante;
quem de si já não tem dó
segue fora do prumo, meio sem rumo
quem da vida se desenganou
mas, segue forte, sem medo da morte
quem um dia já amou.


(deibith brito) - 02/09/2013

Fazer é melhor que só relembrar.

HOUVE UM TEMPO! este acumulou as lembranças. HÁ UM TEMPO! É possível viver hoje coisas ainda maiores que o passado. Pode-se viver uma vida em apenas um dia. HAVERÁ UM TEMPO! Os reencontros devem ser mais pra fazer coisas do que para "relembrar" coisas.

(deibith brito) - 5/10/2013

ACEITAÇÃO

Um dia quem sabe, entenderão que o passado alimenta o presente mas não pode ser alterado ou apagado. Já o presente pode ser vivido aplicando as mudanças, e o futuro pode ser projetado. Mas o esforço de não repetir os erros é muitas vezes em vão. Pois insistem em nos lembrar aquilo que desejamos esquecer, comprometendo PRESENTE E FUTURO, SEM JAMAIS ALTERAR O PASSADO.

(deibith brito) - 26/04/2014

LIMITA AÇÃO

Tem gente que não anda por limitações físicas. Já outros com seu poder de locomoção, não avançam, preferem ficar estacionados por anos no mesmo lugar. Tem gente que não anda porque não pode, tem gente que não anda PORQUE NÃO QUER.

(deibith brito) - 28/06/2014
Se for verdade o que disse Miss Maude " NÓS RECEBEMOS A FELICIDADE QUE MERECEMOS" então é hora de invertermos as perguntas. Deixar de lado a autocomiseração e assumir que a felicidade é um saldo das nossas atitudes.

(deibith brito) -11/07/2014

Criar

Escrever é muito mais do que simplesmente amontoar palavras. Escrever é saber usar as palavras para trazer significados inesperados. Não me fale sobre o óbvio. Simplesmente não reproduza o que não acrescenta.

(deibith brito) - 17/09/2014

terça-feira, 19 de janeiro de 2016

Arrefeceu

Fingia o gosto pela bravura de não querer partir
abandonados planos, retas, triângulos,
e nos lábios fechados, cessaram os ósculos
já pereceu nas mãos até mesmo a ternura
arrefece o gosto pela aventura
nos restava só o tormento de coexistir


(Deibith Brito) - 13/08/2015

Daqui a pouco

Daqui a pouco
já não seremos como antes
sequer seremos como agora
tudo muda a toda hora
tudo estranho a cada instante.

Daqui a pouco
meu sorriso pode ser pranto
dor, minha felicidade
a presença vira saudade
e a beleza desencanto.
(Deibith Brito)- 20/09/2015

De mais ninguém!

E nas mãos o perfume das flores que ele não deu.
E nos olhos o brilho do olhar que ela não viu
E nos lábios um beijo que não uniu
E nos braços um abraço que não aconteceu.

(deibith brito) -18/02/2016

segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

Sobre o Amor e o DesAmor.

TANTAS PESSOAS ESTÃO JUNTAS E NÃO SE AMAM; TANTAS PESSOAS SE AMAM E NÃO ESTÃO JUNTAS.

Mas o pior não é ter que aceitar que não se pode ficar junto. É ter que matar o sentimento. É uma dor que vai além das forças humanas. É acordar a cada dia tendo que esquecer e no esforço para esquecer se lembrar mais ainda. É não conseguir se desprender não por ser mal resolvido mas pela possibilidade de ser verdadeiro. É por acreditar que poderia ser pra sempre.
Aquilo que não se viveu plenamente mas que guardava uma grande expectativa pode ficar na memória.
Possibilidades meu caro, possibilidades. Há tanta possibilidade de dar certo como de dar errado,não se pode prever o futuro,mas  há indícios de que ao menos há que se considerar  o acerto; quando dois querem, quando dois lutam, quando dois aceitam que não haverá impedimentos  que os façam desistir tão facilmente.
O tal do "amor" é fortalecido nas provas. É nas dificuldades que se cria  raiz. É justamente quando se necessita de compreensão, um olhar de carinho pra  quebrar a magoa,  uma toque na mão só pra saber que tem alguém ali do seu lado disposto a caminhar com você. Quando nasce um sorriso nos momentos mais críticos só para o outro sentir que tá tudo bem mesmo que o mundo esteja desmoronando.
Eu me apego ao sentimento. Pelo fato de ser raro,  ser difícil  confiar em alguém ao ponto de entregar muito mais que seu coração.
Mas querer sozinho não adianta. É necessário serem dois.
E no meu curto caminho percorrido penso que os "amores" passados não foram fortes o suficiente; simplesmente por não terem permanecido.
E penso que alguns  simplesmente não permaneceram   por  não  terem acontecido.

segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

A ÚLTIMA CARTA PARA CALÍOPE




Uma das coisas que recuperei foi a vontade de escrever.
 Preciso de inspiração o tempo todo. Criei uma musa; achei você.
 Quem escreve faz muito isso. Mas há regras. Deixar platônico pra não perder a inspiração.
 Não revelar jamais.
Mas, caí no erro dos simples mortais,
Querer transformar a inspiração distante em respiração próxima, querer presente o corpo ausente.
Como não sou grande escritor e talvez nem mesmo um dos pequenos, troco toda a inspiração por um único beijo.

Que me falte sempre o dom de escrever, mas que fique pra sempre a lembrança dos seus lábios.
E assim a minha musa, passaria de amor impossível  a mortal verdade, realidade sensível.
E na ânsia de achar; perderia.
Pelo menos hoje o que não é; será um dia.